Fundador da missão marista é fonte de esperança, fé e coragem

06 de junho - Dia de Champagnat

No dia 6 de junho, Dia de Champagnat, recordamos como as histórias protagonizadas por Champagnat esperançam os nossos tempos

No dia 6 de junho, além de celebrarmos o aniversário do InsCer, recordamos a vida e a trajetória de São Marcelino Champagnat, fundador da missão marista. Nesta data especial, rememoramos sua história de coragem, fé e amor que embasou o início da vida marista no mundo. Conhecer os percursos da vida do camponês, nascido na França no período revolucionário, é percorrer uma história de mais de 200 anos que seguiu protagonizada por muitas pessoas até hoje.

Em 2021, recordar Champagnat como fonte de esperança é algo inspirador. É buscar nele a força e a coragem para enfrentar os desafios de nossas jornadas. É perceber que, depois de mais de 200 anos, o seu exemplo fortalece a nossa fé, mesmo em dias sem luz, por isso, neste ano, a data marista, tão celebrada em nossos espaços, será recordada a partir das Rochas da Missão, ou seja, à luz dos relatos de força, trabalho, fé e amor de nosso fundador.

 

A promessa de Fourvière – audácia para concretizar sonhos

Em 23 de julho de 1816, Champagnat e mais onze jovens do Seminário Santo Irineu, reuniram-se no Santuário de Nossa Senhora de Fourviàre, em Lyon, na França. Naquele lugar, comprometeram-se a fundar a Sociedade de Maria. A proposta consistia na formação de uma sociedade religiosa que atuaria por meio de missões e da educação de crianças e jovens. Ali iniciava um sonho que, posteriormente, se concretizaria na fundação do Instituto Marista.

Mais de dois séculos depois, conseguimos visualizar essa mesma audácia e espírito empreendedor em nossos espaços de missão.

Essas características são desenvolvidas por nossos jovens universitários que buscam cotidianamente soluções para os desafios contemporâneos. Com a mesma audácia e persistência, podemos recordar nossos Irmãos Maristas que protagonizam missão marista na Amazônia.

Tais características também são vivenciadas por nossos pesquisadores que atuam incansavelmente pela inovação e, se nos direcionarmos à saúde, em especial neste tempo de pandemia, como não recordar os grupos de estudos e trabalho atuando na linha de frente contra a pandemia da Covid-19, no Instituto do Cérebro do RS e na PUCRS.

 

Encontro com o Jovem Montagne – o cuidado com a vida

Naquele mesmo ano, em 28 de outubro, o Padre Champagnat é chamado à casa de um carpinteiro em Les Palais, povoado próximo à La Valla, para atender o jovem João Batista Montagne, que se encontrava já muito próximo da morte. Nessa ocasião, Champagnat se surpreendeu ao saber que o jovem iria morrer sem ter conhecimento da existência de Deus. Com solidariedade e amor, preparou-o para o falecimento. Esse fato convenceu Marcelino de que não havia mais tempo para esperar, era preciso agir. Esse episódio é conhecido como o momento que Marcelino Champagnat decidiu fundar o Instituto dos Pequenos Irmãos de Maria.

Em nossa rotina marista, em 2021, é possível ver o espírito de Champagnat pulsando em nossos espaços. Ele está nos jovens Montagnes que são acolhidos pelas nossas Unidades SociaIs, no atendimento e no olhar cuidadoso aos pacientes entregue por nossos profissionais da saúde, do Hospital São Lucas da PUCRS. Também podemos observar essa urgência no cuidado da vida nas ações pastorais desenvolvidas pelas Comunidades de Irmãos em terras amazônicas.

 

Fundação do Instituto – evangelizar por meio da educação

Em 2 de janeiro de 1817, em uma pequena e simples casa, Marcelino dá início efetivo ao Instituto dos Irmãos Maristas ao acolher dois jovens – João Maria Granjon e João Batista Audras - como formandos para viver em comunidade. Oração, trabalho manual e estudos marcavam a rotina da casa, que foi berço para o Instituto.

O reflexo dessa caminhada de educação integral é reconhecido em todos os nossos Colégios, Unidades Sociais, no campus de nossa Universidade, nas Casas de Formação de Irmãos e em outros tantos espaços maristas. Desde 2020, a vivência desse jeito de ser também foi experienciada e adaptada nas casas de cada um de nossos Irmãos, estudantes, educadores e colaboradores, demonstrando o quanto, mesmo a missão marista passando por desafios todos os dias, a esperança e a força protagonizada por Champagnat ainda são presentes em nossas ações.

Assim, diante das Rochas da nossa Missão, das bases da lapidação do sonho de Champagnat, neste ano recordamos que nosso fundador segue conosco, em nossas ações, em nosso jeito de cuidar, de empreender, de aprender, de educar. Neste dia, recordamos a figura de Champagnat como exemplo de perseverança e fé no propósito de evangelizar através da educação, em busca de um mundo mais justo e fraterno. 

 

30 Dias com o Pão de Marcelino

Para conhecer mais sobre a vida do fundador da missão marista no mundo e refletir sobre seus ensinamentos, acesse a obra 30 Dias Com o Pão de Marcelino. O livro, traduzido pelo Ir. Sebastião Ferrani, nos convida a vivenciar o carisma marista com inspirações diárias sobre sua trajetória de amor e esperança. Faça o download aqui.

 

Meditação Guiada

Inspirados pela vida e pelo legado de humanidade, força e coragem de São Marcelino Champagnat, preparamos um roteiro de meditação guiada que pode ser utilizado nos momentos de cultivo da espiritualidade. No guia, estão disponibilizados três áudios com meditações produzidas pelo colaborador do Centro de Pastoral da PUCRS Malone Rodrigues. Siga as instruções preparadas para deixar o seu momento de introspecção e reflexão ainda mais significativo e especial. 

 

Celebração Eucarística

No dia 4/6, a partir das 18h15, realizaremos uma missa com transmissão online no canal do Youtube Rede Marista. Que nossas preces tragam luz e esperança para enfrentarmos os desafios da missão com a mesma força e coragem de Champagnat. Para acompanhar a celebração, clique aqui: https://youtu.be/AeTT5zFiBdw