Faça sua pesquisa no InsCer

Prezado pesquisador(a), 

Este documento apresenta uma síntese das etapas comumente envolvidas no planejamento de um estudo com ressonância magnética funcional ou estrutural (em seus diferentes protocolos). Recomendamos que os itens abaixo sejam cuidadosamente contemplados pelos proponentes PREVIAMENTE à apresentação de projetos de pesquisa ao Instituto do Cérebro do RS (InsCer). Cada projeto terá suas particularidades e nem todas informações ou etapas/critérios são necessários.

  • Informações e Preparação do Estudo

    Seguem recomendações gerais para os pesquisadores. Sugere-se ao pesquisador que verifique se as questões são pertinentes e estabeleça os procedimentos ANTES de iniciar a coleta de dados. A equipe de pesquisadores do InsCer pode auxiliar àqueles que não têm familiaridade com todas as informações necessárias. Para muitos protocolos, há um padrão utilizado pelo InsCer que pode ser seguido.

    1. Definições gerais:

    • Qual o prazo de implementação? E expectativas de amostra total/final? (Estimar perda?)
    • Pacientes requerem tratamento especial?  

    2. Métodos:

    2.1 Tipo de estudo/paradigma

      • Resting-state fMRI?
      • Task-based fMRI?
      • Event-related?
      • Block-design?
      • Mixed?

    2.2 Tipo de sequências

      • Quais sequências anatômicas e funcionais serão adquiridas?
      • Área de cobertura (whole-brain)?
      • Tempo total de aquisição?
      • Quantos slices (cortes), espessura, TR?
      • Qual a tarefa /estímulo-alvo?
      • Para Difusão (DTI), quantas direções?

    2.3 Paradigma

      • Quantas condições / sessões / blocos?
      • Qual o intervalo entre estímulos?

    2.4 Coleta de dados/ Procedimentos

      • Como será feita a coleta? Quem será o responsável?
      • O responsável tem experiência com coleta de dados? Será preciso apoio da equipe InsCer?
      • Como será o deslocamento dos participantes ao InsCer?
      • Como serão armazenados os dados?

    2.5 Análise de dados

      • Quais softwares serão utilizados?
      • Como será feito o processamento das imagens? Qual o programa a ser utilizado? (p.ex. SPM, FSL, AFNI)

    2.6 Resultados esperados e metas de divulgação dos resultados

      • Prazos de divulgação dos resultados e documentos necessários para o relatório e que precisam ser gerados pelo InsCer.
  • Primeira etapa: Triagem Inicial

    Orçamento

    Sugere-se estabelecer um orçamento com o Instituto do Cérebro para avaliar o custo das diferentes etapas, incluindo coleta de dados e análise de dados (se necessário). Abaixo seguem informações básicas sobre o projeto e seu andamento e execução no InsCer, em relação aos quais os pesquisadores precisam estar cientes de suas responsabilidades.

    1. Informações básicas para orçamento
      i. Pacientes/participantes (idade; grupo clínico) e tamanho da amostra;
      ii. Imagens/sequências a serem adquiridas (p. ex., estrutural; funcional) e cálculo da duração do exame;
      iii. Paradigma experimental (em casos de estudos com ressonância funcional com tarefa);
      iv. Necessidade de sedação;
      v. Coleta de dados com questionários ou entrevistas, amostras de sangue ou outra abordagem especial antes, durante ou depois do exame e que precisa ser feita no InsCer
    2. Entrega dos dados: ver sobre entrega da cópia física e backup.
    3. Pré-processamento e análise de dados não estão inclusos no orçamento básico. Se forem necessários, orçar em separado.
    4. Prazo de implementação esperado pelo pesquisador em relação as possibilidades de agendamento no InsCer para pesquisa. Havendo necessidade de mutirão de coleta de dados, estabelecer com a equipe de agendamento.
    5. Fontes de financiamento e plano de pagamento.
    6. Laudo neurorradiológico (atenção, esse laudo é sobre a presença de lesão ou má-formação no cérebro, não envolve pré-processamento de dados): ver orçamento, e se exames feitos podem servir para o laudo que é requisitado.
  • Segunda etapa: Procedimentos Iniciais de Implementação do Estudo

    Após aprovação do estudo ou projeto pelo Comitê Científico do InsCer:

    1. Pagamento e financiamento: ver com equipe.
    2. Submissão e aprovação do Projeto no Conselho de Ética em Pesquisa pertinente e apresentação de comprovação de aprovação do projeto. Se o projeto for de autoria ou em colaboração com pesquisador PUCRS, deverá, obrigatoriamente, ter sido aprovado pelo Comitê de Ética em Pesquisa da PUCRS. Apresentar comprovante desta aprovação.
    3. Definição de logística e coleta de dados: O Instituto do Cérebro disponibiliza a equipe para preparação do paciente e execução do exame como se fosse um paciente de exame clínico. Procedimentos específicos, por exemplo, aplicação de questionários, treinamento, entre outras etapas adicionais, são de responsabildiade da equipe da pesquisa. Para uso de espaço físico do InsCer antes ou após exames, ver com a equipe.
    4. Execução de paradigma para ressonância magnética funcional, no dia do exame, é de responsabildiade da equipe do projeto de pesquisa. Os tecnólogos, enfermeiros e técnicos de enfermagem do InsCer não executarão a tarefa para um projeto de pesquisa. Para projetos novos com ressonância magnética funcional, o InsCer possibilita a execução de um teste do exame, coleta de dados e execução das tarefas para averiguar problemas ou dificuldades. Ver essa possbilidade com a equipe de pesquisadores do InsCer.
    5. Será criada uma sequência de protocolos de imagem específica para o projeto de pesquisa, que ficará salva no sistema da RM. Os projetos de pesquisa tem uma nomeação própria, sugere-se colocar um nome que seja fácil de lembrar no dia da coleta.
    6. Expectativas: especialmente em estudos com RM funcional, os pesquisadores devem estar cientes da possível perda de dados com movimento pelos pacientes. O InsCer possui monitoramento em tempo real de movimento durante o exame funcional que auxilia durante o exame.