Artigo com pesquisadores do InsCer é publicado na revista Journal of Neurochemistry

artigopublicado-768x440

O artigo da pesquisadora Luz Elena Durán-Carabali, feito em parceria com o grupo de pesquisa em Imagem Molecular Pré-Clínica do Instituto do Cérebro do RS, foi publicado na revista Journal of Neurochemistry, responsável por difundir descobertas originais significativas, bem como revisões narrativas e sistemáticas de instituições médicas e de pesquisa de todo o mundo.

Intitulado Pre‐and early postnatal enriched environmental experiences prevent neonatal hypoxia‐ischemia late neurodegeneration via metabolic and neuroplastic mechanisms, o projeto de pesquisa faz parte de uma parceria entre o laboratório de isquemia neonatal e neuroproteção da UFRGS, sob responsabilidade do prof. Dr. Carlos Alexandre Netto, e o Instituto do Cérebro do RS. Segundo Luz Elena, “a equipe do InsCer contribuiu de maneira ativa tanto com a aquisição das imagens como com a análise dos dados e a redação do artigo recentemente publicado, o qual envolve as avaliações realizadas durante a idade adulta”, afirma.

O objetivo principal do estudo foi o de avaliar os efeitos da Estimulação Ambiental durante a gestação e a lactação sobre os prejuízos ocasionados pela hipóxia-isquemia neonatal em ratos de laboratório. A hipóxia-isquemia, que é uma diminuição no aporte de oxigênio e na chegada do fluxo sanguíneo no cérebro do recém-nascido, ainda é considerada um problema de saúde pública sem um tratamento definitivo existente.

Essa condição causa problemas de motricidade, dificuldade para aprender e interagir com os outros ou ainda doenças como epilepsia. Na pesquisa, os animais, divididos em gestantes e lactantes, foram expostos a um ambiente com a presença de estímulos cognitivos, sensoriais, interação social e atividade física. Os resultados mostraram que fornecer estímulos positivos e variados durante a gestação e os primeiros momentos de vida são muito importantes e podem mudar o desfecho dessa doença. O artigo, em inglês, está disponível através do link.

Confira o vídeo sobre a pesquisa.