• esclerose multipla 02

Pesquisadores: Jefferson Becker, Morgana Scheffer, Rosa Maria Martins de Almeida e Fernanda Dal Cero Rebelo

Resumo: Os processos relacionados aos déficits cognitivos ao longo do tempo são complexos. Estes processos envolvem múltiplos domínios e seus circuitos cerebrais correspondentes. Dados mostram que há uma disfunção do eixo Hipotalâmico-Pituitário-Adrenal (HPA) em indivíduos diagnosticados com EM e que esta disfunção pode afetar o desempenho das funções cognitivas, como as Funções Executivas (FEs). Na literatura, há um grande número de pesquisas, envolvendo alterações do cortisol, memória e alterações estruturais como o hipocampo. Porém, demais domínios cognitivos como os diferentes componentes das funções executivas somado à sua associação com medidas de estresse subjetivo e fisiológico e de neuroimagem são pouco estudados na EM. O método utilizado nesta pesquisa é do tipo observacional, de amostras emparelhadas, por conveniência, descritiva, de caráter transversal e com análise quantitativa dos dados a fim de avaliar o desempenho das funções executivas e a influência da velocidade de processamento da informação de pacientes diagnosticados com EM e verificar a relação com o cortisol capilar e com o exame de neuroimagem (Resting-state e Diffusion tensor-DTI). Noventa e seis indivíduos participarão deste estudo. Destes, 64 serão indivíduos diagnosticados com EM pelos critérios de McDonalds e 32 indivíduos controles. No grupo clínico, 32 formarão o subgrupo clínico com EDDS ≤3 e 32 o subgrupo clínico com EDSS entre 4-6.