• jader e palmini 07
  • jader e palmini 06
  • jader e palmini 03
  • jader e palmini 04
  • jader e palmini 02
  • jader e palmini 01

O auditório do parque esportivo ficou lotado para receber a palestra de dois grandes nomes da neurologia do Estado: o diretor do Instituto do Cérebro do RS e vice-reitor da PUCRS, Jaderson Costa da Costa, e o chefe do serviço de neurologia do Hospital São Lucas da PUCRS, André Palmini. Organizado pela Liga Acadêmica de Saúde e Espiritualidade e a Liga do Cérebro da PUCRS, o encontro foi um bate-papo sobre a espiritualidade como moduladora das vias neurais, da neuroplasticidade e do comportamento.

Os dois falaram sobre como a espiritualidade pode influenciar a recepção do cérebro humano. O Dr. Palmini, o primeiro a falar, salientou que a fé e a ciência não precisam ser contraditórias, e que estudos indicam que, quando rezamos, ativamos áreas do cérebro que se referem a ter empatia, que é o colocar-se no lugar do outro. Desta forma, ao colocar-se em oração, pensamos no que Deus está pensando da gente.

Também abordou as reações do cérebro ao ouvir alguém em que admiramos. “Olhem que interessante, o cérebro muda a forma de receber a informação quando se está ouvindo alguém em que se tem uma admiração prévia”.

Já o diretor do InsCer, Jaderson Costa da Costa, falou sobre a evolução da robótica e a nossa singularidade. Apesar de a tecnologia ser cada vez mais avançada e precisa, ela nunca vai substituir o poder da consciência do ser humano. “Quando esses alunos que vão atender a seus pacientes no consultório, eles têm que ter em mente que a espiritualidade deve estar no check list deles”, afirma.

Após as duas apresentações, o público pôde fazer perguntas, gerando interação entre os palestrantes e as pessoas que acompanharam até o final do evento.